Mudemos nossas janelas

Atualizado: Jan 20


Ruth Bento, possui graduação em Psicologia e Direito; Pós-Graduação em Direito Processual Penal. Trabalha desde os 15 anos de idade e pessoas são sua maior motivação. É casada há 24 anos e tem 1 casal de filhos.






Diz o dito popular que os olhos são as janelas da alma, tendo aqueles a mesma dupla funcionalidade destas, ou seja, deixar entrever o mundo interior de seu proprietário e absorver os estímulos do mundo externo.

Janelas, de um modo bem suscinto, podem ser definidas como aberturas em paredes externas cuja utilidade principal é permitir a passagem de ventilação e luz ao ambiente interno. Apesar de não constar nos significados clássicos, servem igualmente para expor o interior da construção.

Quanto aos tipos existem várias, e não se pode afirmar que a janela ideal deve ser assim de tal material, ou de determinada dimensão.

Já quanto à funcionalidade, algumas são mais ideais que outras. Há as que estão dispostas para o ponto correto de sol e visual. São abertas e fechadas no horário certo, permitem que a casa seja inundada de ventilação e luz. De seu interior, por vezes, é possível sentir aromas maravilhosos, hora de uma comidinha bem feita, hora de um perfume usado na medida correta. Nela há adornos ao gosto do freguês, podem ser flores primaveris, uma cortina rendada, uma veneziana de cor linda que combina perfeitamente com a casa que essa janela adorna. A limpeza é feita na medida certa, não em demasia, ao ponto que a janela não possa ser útil ao que ela realmente serve, nem de menos, impedindo que através dela passe todas as coisas que realmente são úteis. Essas espécies de janelas costumam ser feitas de bons materiais, e as intempéries não a abalam.

Outras, no quesito de serventia, são um desastre. Ou são pequenas demais e pouco se abrem ao exterior, o sol por ali quase inexiste, e essas janelas não revelam nada do cômodo. Ou ainda podem ser gigantes, desengonçadas, feiosas. Nunca recebem manutenção, portanto, para abri-las só com muito esforço, ou vivem sempre abertas permitindo que todas as espécies de perigos entrem e ataquem seu dono.

Talvez num mundo carregado por máscaras os olhos, nossas janelas da alma, realmente sejam a parte mais representativa de cada um. E nisso Jesus concorda "Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz.” (Mateus 6.22).

Cabe a nós nos perguntarmos: como estão nossos olhos? Gerando vida em nós e nos outros, ou necessitando retirar a poeira?

Algumas sugestões para ajustá-las:


1) Não deixe que a paisagem te afete.

Diferente de uma janela física, seus olhos podem escolher para onde serem direcionados. Busque companhias e conteúdos que te edifiquem. Não só para os olhos, lembre-se que todas as tuas escolhas definem teu presente e futuro;


2) Enamore-se outra vez.


Lembra dos primeiros meses de namoro? Ou os primeiros dias do carro ou casa nova? Aquela sensação é muito boa, embora seja difícil manter o estado de eterno apaixonado o fato é que, se você analisar, provavelmente as mudanças que te incomodam são as poeiras do dia a dia, contudo a essência ainda persiste. Faça as manutenções e limpeza necessárias, seja sincero e cordial em seus relacionamentos e veja a diferença acontecer;


3) Use “óculos ou lentes”.


É normal corrigir uma deficiência de visão certo? Por que então resistimos tanto em buscar ajuda para nossa alma e espírito? Tenha amigos e conselheiros sérios que te ajudem a ver situações que possam abalar sua vida pessoal e/ou familiar;




4) Veja a realidade atual com olhos da esperança.

Aquele emprego desejado não veio? Ou foi o aumento de salário? Por mais que você se esforce os filhos não são como você sonhava? Poderíamos fazer uma lista enorme de expectativas e frustrações, mas talvez o melhor emprego seja outro, e seus filhos serão melhores em outras áreas que você nunca imaginou. Enquanto estamos lamentando o que não está bom, perdemos a chance de agradecer o que está dando certo. No mais, concentre-se em realizar aquilo que você acredita que dará certo, esse é o primeiro passo para que o impossível se torne real.



Que como com Edras, a boa mão de Deus esteja sobre você!



44 visualizações0 comentário

Inscreva-se. É GRATUITO!

Deixe seu nome e telefone que enviaremos as atualizações do nosso conteúdo semanalmente em seu WhatsApp.

Assine a nossa newsletter

Política de Privacidade

© 2020 conteúdo criado por Colégio Educacional Evangélico.

www.educacionalevangelico.com.br

Curitiba - PR